A pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas atingiu 95,4% em 2017. Isto significa que a cada 1.000 pagamentos realizados no ano passado, 954 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias. Este nível de pontualidade foi maior que o verificado em 2016 (95,0%), porém ainda ficou abaixo dos verificados durante o triênio 2013/14/15.

É o que aponta o Indicador de Pontualidade das Micro e Pequenas Empresas da Serasa Experian, que acompanha as dívidas pagas pelas micro e pequenas empresas.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, a saída da economia brasileira da recessão e as sucessivas reduções das taxas de juros, tornando o custo do crédito menos caro, permitiu um pequeno avanço da pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas no ano passado.

As micro e pequenas empresas do setor comercial apresentaram o maior nível de pontualidade de pagamentos em 2017: 96,3%. Nas indústrias a pontualidade de pagamentos foi de 95,2% ao longo do ano passado e nas micro e pequenas empresas do setor de serviços a pontualidade foi de 94,0% em 2017.

O valor nominal médio dos pagamentos em dia cresceu apenas 0,8% em 2017 na comparação com o ano anterior: R$ 1.938 contra R$ 1.923. O valor médio mais alto foi registrado pelos pagamentos pontuais das empresas comerciais (R$ 1.950), seguido pelo das empresas industriais (R$1.929) e, por fim, pelas micro e pequenas empresas de setor de serviços (R$ 1.915).

Responses